jusbrasil.com.br
9 de Dezembro de 2016
    Adicione tópicos

    TJ-ES - Apelação Civel : AC 38049000334 ES 038049000334

    APELAÇAO CÍVEL AÇAO DE DISSOLUÇAO DE UNIÃO ESTÁVEL - LEI Nº 9.278/96 - PARTILHA DE BENS - AQUISIÇAO DURANTE A VIDA EM COMUM - PRESUNÇAO LEGAL DE COLABORAÇAO DOS CONVIVENTES - EXISTÊNCIA DE CAUSA ANTERIOR - EXCLUSAO - RECURSO PARCIALMENTE PROVIDO.

    Processo
    AC 38049000334 ES 038049000334
    Orgão Julgador
    TERCEIRA CÂMARA CÍVEL
    Publicação
    20/04/2006
    Julgamento
    27 de Março de 2006
    Relator
    CATHARINA MARIA NOVAES BARCELLOS
    Andamento do Processo

    Ementa

    APELAÇAO CÍVEL AÇAO DE DISSOLUÇAO DE UNIÃO ESTÁVEL - LEI Nº 9.278/96 - PARTILHA DE BENS - AQUISIÇAO DURANTE A VIDA EM COMUM - PRESUNÇAO LEGAL DE COLABORAÇAO DOS CONVIVENTES - EXISTÊNCIA DE CAUSA ANTERIOR - EXCLUSAO - RECURSO PARCIALMENTE PROVIDO.

    1. Nas uniões estáveis mantidas na vigência da Lei nº 9.278/96, há presunção legal de colaboração dos conviventes na formação do patrimônio durante a vida em comum, admitindo-se, contudo, ajuste contratual em contrário. Devem ser incluídos na partilha todos os bens adquiridos por qualquer dos conviventes, a título oneroso, na constância da união estável, desde que não tenha causa anterior. Não se comunicam, porém, os bens adquiridos por fato eventual (ex.: jogo, aposta), nem a título gratuito ou por herança, e os havidos em sub-rogação de bens particulares.

    2. Na espécie, não se aplica o enunciado da Súmula nº 380 do STF, que exige a participação direta ou indireta dos concubinos na consolidação do patrimônio, para efeito de partilha.

    3. Adquirida a caminhonete F 1000 durante a convivênciamore uxorio, sem causa anterior comprovada, faz jus a apelada à sua meação, independentemente de qualquer contribuição, a teor do art. ,caput, da Lei nº 9.278/96.

    4. Diversamente, exclui-se da partilha o imóvel residencial, adquirido com recursos oriundos do FGTS do apelante, embora na constância da união estável, sendo a causa da aquisição anterior ao início do relacionamento marital (art. , , Lei nº 9.278/96).

    5. Recurso parcialmente provido.

    Veja essa decisão na íntegra
    É gratuito. Basta se cadastrar.
    Disponível em: http://tj-es.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/6989252/apelacao-civel-ac-38049000334-es-038049000334-tjes

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)