Carregando...
JusBrasil - Notícias
31 de outubro de 2014

Mestre em finanças diz qual é a melhor aplicação financeira

Publicado por Poder Judiciário do Estado do Espírito Santo (extraído pelo JusBrasil) - 2 anos atrás

LEIAM 0 NÃO LEIAM

Uma verdadeira aula de aplicação financeira. Assim, a analista judiciária Olívia Tereza Prates definiu os ensinamentos passados pelo mestre em Finanças Rodrigo Loureiro Malacarne, durante palestra realizada no Salão Nobre do Tribunal de Justiça, na manhã desta quinta-feira (18).

A palestra teve como tema "Aprenda a Comparar antes de Investir e faça seu dinheiro render mais” e foi promovida pela Coordenadoria de Serviços Psicossociais e Saúde do TJES para magistrados e servidores.

E foi, de fato, uma aula de finanças. O professor Rodrigo Malacarne explicou aos presentes qual é a melhor aplicação hoje no Brasil: “Sem dúvida, hoje a melhor aplicação é o Tesouro Direto, que são letras da União. É uma aplicação que rende até três vezes a mais que a poupança”.

O consultor iniciou a palestra abordando a evolução da economia brasileira. Lembrou que, entre 1976 e 1994, o Brasil teve seis moedas. A partir de 94, entrou a era do Plano Real e há 18 anos o País convive somente com um padrão monetário.

Rodrigo Malacarne tirou diversas dúvidas e esclareceu questões relativas a investimentos. Ensinou que quem tem dinheiro sobrando, antes de investir, deve imaginar estar diante de um Shopping Center financeiro.

“Os bancos só mostram dois produtos: CDBs e Previdência Privada, mas eles têm diversos outros produtos, como fundos, seguros, títulos públicos e ações. Além dos bancos públicos e privados de renome, o mercado financeiro no Brasil conta com várias outras casas de investimentos que são muito boas. Você pode aplicar em CDB de um banco convencional, por meio de uma corretora, sem precisa ter conta corrente aquele banco”, pontuou Rodrigo Malacarne.

O professor também quebrou paradigmas em sua palestra, ao garantir que as mudanças feitas pelo governo federal na poupança tornaram esse tipo de investimento em um grande vilão. “A poupança sempre deu lavada em todas as aplicações, mas hoje ela perde para o DDB e outras aplicações”, afirmou Rodrigo Malacarne.

Ele justificou com números. Disse que, quem aplicou R$ 500 mil na poupança nos últimos 20 anos, resgatou R$ 2.101.287,00. Já, quem aplicou o mesmo valor em CDB, teve resgate de R$ 2.667.122,00.

“Foi muito interessante a palestra do professor Rodrigo Malacarne. Ele nos ensinou que o mais importante, antes de escolhermos o melhor investimento, é realizar uma pesquisa junto aos bancos e corretoras”, disse a analista judiciária Olívia Prates.

Assessoria de Comunicação do TJES

Amplie seu estudo

0 Comentário

Faça um comentário construtivo abaixo e ganhe votos da comunidade!

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "gritar" ;)

ou

×

Fale agora com um Advogado

Oi. O JusBrasil pode te conectar com Advogados em qualquer cidade caso precise de alguma orientação ou correspondência jurídica.

Disponível em: http://tj-es.jusbrasil.com.br/noticias/100131839/mestre-em-financas-diz-qual-e-a-melhor-aplicacao-financeira