jusbrasil.com.br
21 de Janeiro de 2022
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo TJ-ES - Remessa Ex-officio : 1075457-24.1998.8.08.0024

Detalhes da Jurisprudência
Processo
1075457-24.1998.8.08.0024
Órgão Julgador
SEGUNDA CÂMARA CÍVEL
Publicação
18/03/2003
Julgamento
10 de Dezembro de 2002
Relator
GERALDO CORRÊA DA SILVA
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

EMENTA: REMESSA NECESSÁRIAEXISTÊNCIA DE APELAÇÃO VOLUNTÁRIADIREITO TRIBUTÁRIOPRELIMINAR DE CARÊNCIA DE AÇÃO - REJEITADASOCIEDADE UNIPROFISSIONALRECOLHIMENTO DE ISSQN DE FORMA FIXAPRINCÍPIO DA IGUALDADE TRIBUTÁRIA - SENTENÇA MANTIDA - UNANIMIDADE.

1- Preliminar de Carência de Ação rejeitada uma vez que está evidenciado o interesse processual através dos documentos (fls.36⁄39) que comprovam que o Município de Vitória negou o enquadramento da parte apelante como sociedade uniprofissional.
2- A apelada se enquandra nos requisitos previstos no art. 11, § 1º, da Lei Municipal nº 3.988, sendo portanto uma sociedade uniprofissional, sujeita ao pagamento do ISSQN pelo sistema de alíquota simples.
3- É vedado as Pessoas Políticas instituírem tratamento desigual entre os contribuintes que se encontrem em situação equivalentes, todavia, a clínica apelada não possui caráter empresarial, exercendo os médicos, sócios da mesma, atividades pessoais. Assim sendo, o pagamento do ISSQN, por estas, através de alíquota fixa, não infringe o Princípio da Igualdade Tributária, previsto no art. 150, inciso II, da Constituição Federal.
4- À unanimidade, remessa conhecida mas recurso negado, para manter a sentença. Ì
Disponível em: https://tj-es.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/429407082/remessa-ex-officio-10754572419988080024

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 7 anos

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Embargos de Declaração-Cv : ED 0517980-12.2013.8.13.0000 MG

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul
Jurisprudênciahá 11 anos

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Apelação Cível : AC 70037003431 RS

Tribunal de Justiça do Paraná TJ-PR - Apelação Cível : AC 1426735 PR Apelação Cível - 0142673-5