jusbrasil.com.br
9 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo TJ-ES - Apelacao Civel: AC XXXXX ES XXXXX

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

TERCEIRA CÂMARA CÍVEL

Publicação

Julgamento

Relator

JOSENIDER VAREJÃO TAVARES

Documentos anexos

Inteiro TeorAC_30030004201_ES_1249142446514.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APELAÇAO CÍVEL INADIMPLEMENTO CONTRATUAL - ART. 475, CCB - CLÁUSULA RESOLUTIVA EXPRESSA - INTERPELAÇAO DESNECESSÁRIA - ART. 474 DO CCB - UTILIZAÇAO INDEVIDA DO BEM - RESSARCIMENTO - ALUGUERES - RECURSO AO QUAL NEGA-SE PROVIMENTO - SENTENÇA MANTIDA.

1) De acordo com o art. 475 do CCB a parte lesada pelo inadimplemento contratual pode escolher entre a resolução do contrato ou sua tutela específica.
2) Desnecessária a interpelação do devedor para a desconstituição do vínculo contratual nos casos em que existe cláusula resolutiva expressa no contrato. Inteligência do art. 474 do CCB.
3) Estando o promitente-comprador na posse do imóvel, a partir da configuração de sua mora, por culpa, entende-se que a utilização do bem é indevida, devendo, portanto, ressarcir o promitente-vendedor na forma de alugueres.
4) Recurso ao qual nega-se provimento.

Acórdão

À UNANIMIDADE NEGAR PROVIMENTO AO RECURSO
Disponível em: https://tj-es.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/5056358/apelacao-civel-ac-30030004201-es-30030004201

Informações relacionadas

Juliana Lima ⚖, Advogado
Modeloshá 6 anos

Apelação Cível em Ação Declaratória de Rescisão Contratual c/c Indenização

Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo TJ-ES - Apelação Civel: AC XXXXX ES XXXXX

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul
Jurisprudênciahá 4 anos

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Apelação Cível: AC XXXXX RS

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
Jurisprudênciahá 7 anos

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT - Apelação: APL XXXXX-22.2013.8.11.0041 14081/2015

Beatriz Dominguez, Advogado
Modeloshá 3 anos

[modelo] Apelação Cível